"Chega-te a mim e deixa-te estar" - Eduardo Sá

"Há pessoas que põem palavras nos nossos sentimentos. Parecem-se com os poetas. Mas depois, de surpresa, abandonam os nossos sonhos. (...) Não sei... Na verdade, decepcionam-nos (devagarinho) e, quando damos por isso, apagam-se dentro de nós"

 

"Não tenho quase nada daquilo que quero para mim. Mas sou feliz! Porque, sempre que acordo, sei o que quero e olho por onde vou"

publicado por escreve-me às 22:47 | link do post | partilhar