A tua vida é uma representação

Como se fosse uma peça de teatro. O teu papel é o melhor que existe e gostas dele, mas foges a dizer que não te querem ver. Escolhes permanecer, estás perante o maior aplauso que já ouviste, o teu coração bate fortemente. Olhas para mim, orgulhosa do que sentes, do que fizeste. Eu olho para ti, orgulhoso do que sinto e do que fiz. A multidão cala-se, ninguém fala, todos pensam que foi uma boa representação de um sonho. A cortina fecha-se, o abraço nasce. O público fica expectante, procura saber o que vai no nosso coração. Piso o palco, pego no microfone, coloco a alma nas palavras, o amor na minha voz. Tu viras as costas, matas a magia que criei. Aí, o público chora, chama-te, implora-te que voltes. Perguntas o porquê, então dizem-te o meu nome. Junto-me a ti, segredo ao teu ouvido:"não são eles que escolhem."
publicado por escreve-me às 17:29 | link do post | partilhar